Categorias
Artigos Dicas de treinamento

Atividade Física para Gestantes

dicas

Uma mulher, quando descobre que está grávida,  descobre também que está em um momento único, em um momento mágico, que é praticamente só dela…

Ela descobre que está gerando “serzinho” muito especial, o mais especial de todos e que ele mau apareceu e já é dono de um amor incondicional.

A partir daí, nossa…quantas mudanças…

Muda seu modo de pensar, de agir, suas preocupações, tudo fica totalmente voltado a essa “criaturinha” que dependerá somente dela por muito tempo.

Logo, aparecem as mudanças físicas, começa a crescer aquela barriguinha, o aumento de peso e consequentemente pode aparecer uma série de desconfortos, como: dores nas costas, nas pernas, inchaços,  etc.

Sabe-se que uma gestante não precisa ficar em repouso, a não ser que ela apresente alguma restrição médica, ela pode e deve praticar atividade física. A mulher deve manter seu pré-natal em dia e somente seu médico pode dizer se ela está apta a praticar exercícios físicos, além disso, é importante que o educador físico saiba trabalhar com gestantes, pois cada período da gestação apresentará especificidades e restrições que deverão ser respeitadas.

O exercício físico pode fazer com que essa mamãe tenha uma gestação muito melhor, pois ele ajudará a controlar o aumento de peso, diminuir as dores na

região lombar, melhorar a circulação sanguínea, aliviar desconfortos intestinais, melhorar a flexibilidade e aumentar força principalmente dos músculos do abdome e quadril, reduzir o inchaço, sem contar na melhora da disposição, saúde e qualidade de vida; além disso, estudos mostram que as mulheres ativas suportam melhor as dores do parto e se recuperam mais rápido também.

Hoje em dia é muito comum encontramos gestantes correndo em parques, fazendo aulas de Bike Indoor, treinando musculação, entre outras coisas que antes causavam um certo espanto.

Mulheres atletas e/ou que já praticam atividades físicas, geralmente podem dar sequência à sua rotina, claro que com algumas simples restrições de movimentos principalmente quando a “barriguinha” começa a aumentar.

No caso  de mulheres que praticam esportes específicos, como artes marciais, ciclismo, esportes com bola, entre outros que podem ocasionar quedas ou algum tipo de impacto ou pressão interna no abdome, na maioria das vezes são orientadas a parar esse tipo de prática visando a segurança dela e do bebê, porém podem continuar praticando outros tipos de exercícios, como: caminhadas, corridas leves, natação, hidroginástica, musculação, aulas de ginástica, Pilates, etc.

Já as que não praticam atividades antes da gestação, algumas vezes tem a orientação de iniciar suas atividades físicas após o terceiro mês e essa atividade deve ser implementada de forma gradativa e confortável. Geralmente as mais recomendadas nesses casos são:

  • inicialmente: hidroginástica, caminhadas, alongamentos, Pilates, Yoga;
  • posteriormente: musculação leve, aulas de ginásticas leve, etc.

Independentemente do caso, mulher atleta, ativa ou não, a atividade física deve ser frequente, bastante confortável e prazerosa.

E então mamãe? Viu só quanta opção de ser uma gestante mais saudável e ficar ainda muito mais bonita e elegante?!

Vamos lá! Mexa-se!!

 

Thaís Alves Santos

Personal Trainer

CREF: 027275-G/S

Trilopez Assessoria esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *