Dolorimento muscular tardio ou fadiga muscular?

O dolorimento muscular tardio não está necessariamente relacionado à fadiga muscular.
O dolorimento é um fenômeno muito comum e é desencadeado por tensão desenvolvida no músculo que gera microlesões causadas por pequenas rupturas musculares. Está associado a exercícios excêntricos e a sobrecarga mecânica geralmente inicia-se algumas horas após o término de atividade física e possuem seu pico de intensidade em torno de 24 -48 horas. Ou seja, é a dor associada a início de atividade física para os sedentários e para os já praticantes a modificação de volumes/intensidade de treinos aeróbicos e mudança de séries de musculação.

A fadiga muscular associa-se aos exercícios concêntricos e distúrbios metabólicos. Essa modalidade se for não detectada e corrigida a tempo pode levar a lesões musculares, tendíneas, ligamentares e até óseas levando o atleta a se afastar da atividade física para tratamento.

É de vital importância o entendimento que cada indivíduo é único e não fazer comparações com outros indivíduos que treinam com você. O desenvolvimento da consciência corporal entendendo os limites do seu corpo é um trabalho pessoal, do seu treinador e do seu médico.

Muitas vezes o atleta devido ao seu espírito competitivo, tem dificuldade de entendimento e aceitação de suas limitações e o psicólogo esportivo pode ser muito útil. Pois a mente domina o corpo sempre e você pode utilizar isso a seu favor ou contra. É o livre arbítrio!!!

Pratique atividade física sempre com orientação de um educador físico e respeite os limites do seu corpo. Na manutenção da dores procure seu médico ortopedista especialista em  esportes!!!

Dra.Kelly Cristina Stéfani

Ortopedista

kstefani@institutokellystefani.com.br