Doping no esporte…Quem são nossos reais ídolos???

Vou aproveitar o momento onde todos falam de Lance Armstrong e seus companheiros de equipe para uma reflexão sobre esse assunto: “DOPING NO ESPORTE”.

Existem bons livros publicados sobre isso: The Secret Race: Inside The Hidden World Of The Tour The France de Tyler Hamilton onde ele conta a história dele na ex-equipe de Lance, Rough Ride (Paul Kimmage) conta a história dele na época da RMO (equipe que correu o nosso Mauro Ribeiro) e a desilusão com o esporte, Dope: a history of performance enhancement in sports in the 19th century to today (Daniel M. Rosen) que conta a história do doping em geral nos esportes, Doping – Les surhommes du Vèlo (Roger Bastide): antigo, mas é referência até hoje. Tenho um amigo ciclista que leu todos esses livros e muitos mais e sim precisamos de informação e de nossa avaliação pessoal equilibrada antes de falar algo.

É fato, infelizmente, que  o doping é uma realidade no esporte profissional. E quanto mais dinheiro envolvido…mais o doping está presente!

 

Na minha opinião algumas pessoas precisam acreditar em ídolos como crianças em conto de fadas… E já ouvi  muitas vezes uns colocando atletas como “deuses” e depois os apedrejando como “pecadores”.

Para quê precisamos de ídolos??? Tentar ser como eles??? Seria uma forma de ópio para não enxergarmos a realidade nossa de cada dia? Fica para reflexão pessoal, afinal de contas não existe verdade única e sim pontos de vista diferentes!!!

Não posso afirmar, mas é muito provável que o tumor de Lance Armstrong tenha sido devido ao uso de doping e ele transformou isso numa grande jogada de marketing. Vejo o tumor como uma oportunidade que a vida lhe deu  para um momento de reflexão, todavia não foi o que aconteceu!!! Essa é minha opinião desde antes dos atuais acontecimentos. Todos sabiam da existência do doping e havia dinheiro, fama e poder em jogo. Como todos sabem da arrogância de Lance como “super atleta” invencível. Existe fortes rumores de que ele deve ter falado o que não devia para quem não devia. O final foi um duelo de forças que ele perdeu….simples assim!!!

Se todos os ciclistas não utilizassem doping provavelmente as classificações finais não teriam grandes alterações, talvez só o tempo modificasse. Na verdade são todos atletas com boa determinação genética e bom treinamento.

Se é fato o doping no esporte profissional que tenta se justificar devido ao dinheiro envolvido: “pois se meu oponente usa eu preciso estar em igualdade a ele para vencer e rebecer o prêmio”. Em resumo, eles vendem a alma ao diabo!!!

Mas o que significa o doping no esporte amador??? Isso é muito maior e muito mais preocupante. Reflexo dos seus ídolos? Vencer a qualquer preço? Autoafirmação? Desequilíbrio emocional? Fuga da realidade?

Como atleta e médica que trabalha com esporte vejo tudo isso como uma grande doença da psique humana. Sou totalmente contra a utilização de substância dopantes, seja em atletas profissionais, seja em atletas amadores.

O esporte é utilizado como promoção de saúde física e mental, é a superação dos limites do corpo e da alma. A aceitação de quem somos, como somos é um exercício de viver com os pés no chão e a força de superarmos a nós mesmos é de viver com a força do coração…mas sem tirar os pés do chão!!!

Não importa se todos se dopam ou não. Avalie a sua verdade e a siga. Acredite em você…NEVER QUIT!!!