Orgânicos, por quê?!

No produto orgânico não são usados pesticidas, sementes trangênicas ou fertilizantes sintéticos, o sistema de cultivo respeita as leis da natureza e preserva o meio ambiente e os recursos naturais.

Segundo o Ministério da Agricultura e Abastecimento do Brasil, a agricultura Orgânica é definida pela Lei no 10.831 de Dezembro de 2003 e determina que:

Considera se sistema orgânico de produção todo aquele em que se adotam técnicas específica, mediante a otimização do uso de recursos naturais e socioeconômico disponíveis e o respeito da integridade cultural das comunidades rurais, tendo por objetivo as sustentabilidades econômicas e ecológica, a maximização dos benefícios sociais, a minimização da dependência de energia não renovável, empregando sempre que possível, métodos culturais, biológicos e mecânicos, em contraposição ao uso de materiais sintéticos, a eliminação do uso de organismos geneticamente modificados e radiações  ionizantes, em qualquer fase do processo de produção, processamento,, armazenamento, distribuição, e a proteção do meio ambiente.

(Diário Oficial da Unia, 24 dez. 2003. Seção I)

 

É através deste cuidado com o homem, o produto e o meio ambiente que  a produção orgânica se diferencia e se afirma.

Sabemos que hábitos alimentares saudáveis desde a infância, reduz significativamente o risco do desenvolvimento das doenças crônicas não transmissíveis, decorrente de uma alimentação deficiente em nutrientes e rica em agrotóxicos e contaminantes químicos.

Estes aditivos químicos causam diversos prejuízo a saúde incluindo câncer, distúrbios da produção de sangue, desordens do sistema nervoso e gastrointestinal, defeitos congênitos, esterilidade masculina e dermatoses.

 

Existem em todo o mundo, mais 600 produtos químicos considerados agrotóxicos, e destes, 200 deixam resíduos em alimentos que vão acabar parando em nosso corpo.

 

O consumo de produtos orgânicos além de ser mais seguro, pois elimina os produtos químicos que contaminam o solo, a água e o nosso organismo, são mais nutritivos, preservam os fitoquímicos dos vegetais e são mais saborosos. Segundo o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), os alimentos de origem orgânica apresentam 63% a mais de cálcio, 73% a mais de ferro, 118% a mais de magnésio, 91% a mais de fósforo, 125% a mais de potássio e 60% a mais de zinco.

 

Vantagens do consumo de produtos orgânicos:

  • Faz bem a saúde, tem mais nutrientes e antioxidantes .
  • Não possuem substancias químicas e geneticamente modificadas nocivas a saúde.
  • Muito mais saborosos.
  • Restaura a biodiversidade.
  • Protege a qualidade da água e do solo.
  • Colabora com a economia de energia.
  • Ajuda a manter as pequenas propriedades agrícolas.

 

Apesar do preço dos produtos orgânicos ainda ser maior principalmente por terem menos procura, pelo tamanho reduzido da produção, pelo custo para a retirada da certificação do produto, entre outros, se considerarmos os benefícios à saúde e portanto a diminuição dos gastos com doença, melhorias ambientais e sociais, o preço acaba sendo menor.

Preste atenção ao comprar produtos orgânicos eles devem ser certificados, e exibir em sua embalagem o selo de certificação controlado pelo Ministério da Agricultura.

Onde encontrar:

 

Se interessou, saiba mais

 

Fernanda Palma

Nutricionista Esportiva

fpalma@institutokellystefani.com.br